de Influências ~ Desmond O’Grady

p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px Times}

Stilton Cottage – Food Landscape – © Carl Warner Photography

Desmond O’Grady – O estranho no ninho da poesia Irlandesa

Embora Desmond O’Grady seja um poeta aclamado em vários países, é praticamente desconhecido em sua terra natal. O poeta que viajou o mundo, passando por Paris, Roma, Pérsia e Egito, viveu uma autêntica vida de artista – um Bacchiacus completo, fiel às suas convicções, e, segundo ele, sem arrependimento. É considerado um Celta errante, que viu o mundo e voltou para suas origins, em Kinsale, que gosta de chamar de seu eremitério.

Desmond O’Grady nasceu em Limerick, em 1935. Partiu da Irlanda na década de 1950 para ensinar e escrever em Paris, Roma e na América, onde teve o seu doutoramento em Harvard, enquanto lecionava como professor assistente. Lecionou também na American University no Cairo e na University of Alexandria, no Egito. Durante o final dos anos 1950 até meados da década de 1970, enquanto lecionava em Roma, foi membro fundador da Comunidade Européia de Escritores, editor Europeu da The Transatlantic Review, e organizador do Festival Internacional de Poesia de Spoleto. Agora vive em Kinsale, Condado de Cork, na Irlanda. Tem várias coleções de poesia publicadas, incluindo The Road Taken: Poems 1956 – 1996 e The Wandering Celt. Dez coleções de poesia traduzida, entre eles Trawling Tradition: Translations 1954 – 1994 e Selected Poems of C. P. Cafavy. É membro da Aosdána, uma associação de artistas criativos da Irlanda.

A seleção aqui apresentada foi extraída do trabalho Desmond O’Grady: Influences, de John Liddy.

Ambos cientes
não emitimos palavras
nem atos irrefletidos.
Especialmente você,
parte da minha iniciação
numa sala de estar em Limerick, de papéis
de paredes azuis e pássaros empalhados
em uma mesa com flores
num vaso de vidro
do tamanho de uma cartola.

Both aware of it
we put no words
nor rash act on it.
Especially you,
part of my straight start
in Limerick’s sitting rooms with blue
wallpaper and stuffed birds
on a table in their flower
glass bower
size of a high hat.

[from Kitty Breedin: Separations (1973)]


Nas minhas costas, a loucura da cidade
No meu rosto, minha própria sanidade.

At my back the madness of the town
In my face a remote sanity of my own.

[from Self-Exile: The Road Taken (1996)]


Ele assim o fez. Decisivamente dando
adeus até a última e duradoura gota,
embora jurasse que não partiria, aquele meio-dia
durante o almoço, Spoleto, Itália, uísques delirantes
da alucinada Irlanda e seus pubs Dublinenses, que seu
herói Yeats nunca entrara. E eu acreditei nele,
ou quase. Como não acreditar em tal corajoso, confiante,
confrontador, com coroadas mãos de poeta
e olhos de aranha como as baías irlandesa da minha infância?

He’s done it.
Did it decisively waving
goodbye down his final long drop,
though he swore he wouldn’t, that noon
over lunch, Spoleto, Italy, crackling whiskey
still from mad Ireland and the Dublin pubs his
hero Yeats never entered. And I believed him,
sort-of. How disbelieve such brave, brazen
bearded head, blessing hands of a maker,
crowfoot eyes like Irish seaboard inlets
of my childhood?

[from John Berryman: Separations (1973)]


Trazendo a casa para a estação. Cunneen balançando um odre
para vinho de cabra da Espanha que ele nunca tinha visto,
como um acólito balançando o incensório.
Meu pai, atrás dele, como sempre num cinza clerical,
Cabelo branco brilhante, a mão erguida,
Falando da vida com ‘O Poeta’ Ryan.
Então, depois de um trago na Casa Branca, fomos para casa.

Pulling home now into the station. Cunneen waving
A goatskin of wine from the Spain he has never seen
Like an acolyte swinging a thurible.
My father, behind him, as ever in clerical grey,
White hair shining, his hand raised,
Talking of life to ‘The Poet’ Ryan.
Then, after a drink at the White House, out home.

[from Homecoming: The Dark Edge of Europe (1967)]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s