Traição ~ Léon Laleau

 


Poeta haitiano do século XX, período em que intelectuais negros haitianos começaram a questionar sua relação com a Europa e a afirmarem suas raízes africanas, Léon Laleau (1892-1979) foi também romancista, dramaturgo, ensaísta, jornalista, diplomata e político haitiano. Seu primeiro romance, “Comment mademoiselle a passé sa mi-carême”. Seus primeiros poemas aparecem no Le Matin e no l’Humanité. Em 1917 Léon Laleau foi premiado por ter introduzido o verso livre na poesia do Haiti. “Traição” é um dos seus poemas mais famosos.
Price Henry, Island Village
acrylic on canvas, 16×20 inches (41x51cm)

Traição – Léon Laleau
Este coração endurecido, cuja batida
não sintoniza minha língua, meus costumes
Sentimentos deixados para trás, a ferida
deste aperto, dívidas de mim, negrumes
da Europa, pudera você ter na lembrança
esse aperto, pudera sentir desespero tal
Como acalmar, com palavras da França,
Este coração que veio do Senegal?

Trahison

Ce coeur obsédant, qui ne correspond
Pas à mon langage ou à mes costumes
Et sur lequel mordent, comme un crampon,
Des sentiments d’emprunt et des coutumes
D’Europe, sentez-vous cette souffrance
Et ce désespoir à nul autre égal
D’apprivoiser, avec des mots de France,
Ce coeur qui m’est venu du Sénégal?


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s