A Imperfeição é o Ápice ~ Yves Bonnefoy

Yves Bonnefoy

Poeta francês, também autor de ensaios sobre arte e literatura, tradutor de William Shakespeare, W. B. Yeats, John Donne e Giacomo Leopardi. Sua obra se preocupa com as tensões entre o mundo e a representação poética, buscando filiação no existencialismo de Jean Wahl, de quem foi aluno. Além do surrealismo, suas principais influências são Charles Baudelaire, Arthur Rimbaud, Stéphane Mallarmé e Gérard de Nerval.

A Imperfeição é o Ápice

Havia aquele que era obrigado a destruir e destruir e destruir,
Havia também aquele para qual a redenção era apenas um preço.

Arruinar a face nua que ganha o mármore,
Forjar toda a forma, toda a beleza.

Amar a perfeição por ser ela o limiar,
Mas negá-la ao conhecê-la, esquecê-la morta,

A imperfeição é o ápice. A imperfeição é o ápice.

L’imperfection est la cime

Il y avait qu’il fallait détruire et détruire et détruire,
il y avait que le salut n’est qu’à ce prix.

Ruiner la face nue qui monte dans le marbre,
Materler toute forme toute beauté.

Aimer la perfection parce qu’elle est le seuil,
Mais la nier sitôt connue, l’oublier morte,

L’imperfection est la cime. L’imperfection est la cime.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s