Amar, Deus ~ Sigitas Parulskis

Sigitas ParulskisPoeta lituano de marca maior, também autor de peças de teatro e de prosa. Serviu ao exército soviético nos últimos anos do regime, uma experiência inesquecível, segundo ele. Nascido em 10 fevereiro de 1965, seus artigos e ensaios nos jornais são geralmente classificados como exigentes, críticos e irônicos.

Amar, Deus

Amar, Deus, as ameixas do prostíbulo –
e não só isso – também meu espírito

Amar, Deus, como amou Eva –
e não só isso – também minha seiva

Amar, Deus, o arenque defumado –
e não só isso – também meu âmago

Amar, Deus, e minha boca, cântaro
fedorento do corpo do Cristo crucificado –
e não só isso – também a mim, um desencantado.

Mylėk, Dieve

mylėk, Dieve, slyvų kisielių –
ir ne tik, ne tik – ir mano sielą

mylėk, Dieve, prie kelio ievą –
ir ne tik, ne tik – ir mano sielą

mylėk, Dieve, žmogelį mielą –
ir ne tik, ne tik – ir mano sielą

mylėk, Dieve, ir mano burną
Kristaus kūno smirdančią urną –
ir ne tik, ne tik – ir mane durną

 

Parulskis, Sigitas. Parulskis, Sigitas. Mirusiųjų: Eilėraščiai. Dead: poems. – Vilnius: Baltos lankos, 1994. – Vilnius: White Lanka, 1994.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s